Minimalismo na Prática. Tecnologia do Blogger.

Confesso que os excessos têm me incomodado. Chegar a um lugar cheio de coisas tem me deixado irritada e pouco a vontade. Sabendo que o princípio do minimalismo é “identificar o essencial e eliminar o resto” acho justo ter o essencial. É claro que este essencial pode variar entre os indivíduos, mas certamente vale a reflexão. Alguns precisam de dois pares de sapato apenas, outros precisam de mais. Alguns necessitam de dezenas de calças, outros conseguem viver com três ou quatro. Por isso o essencial é relativo. No meu caso, sei que do jeito que está não pode continuar. Os excessos têm me prejudicado muito, além de me incomodar bastante. E para que tudo chegue ao seu lugar, busco por uma melhoria no estilo de vida diariamente. Não quero seguir a risca métodos, estilos, formatos fechados. Quero usar meu instinto e bom senso, mas deixo algumas ideias a que encontrei na web a respeito do, para mim, novo mundo que estou adentrando.


Eu adoro o blog “The Busy Woman and the Stripy Cat”, da Rita que mora em Portugal. Um espaço doce e agradável com o dia a dia desta cientista que também está aprendendo a inserir o minimalismo. Neste post Rita conta um pouco sobre o que é o estilo minimalista e a diferença entre vida simples e o tão famoso minimalismo.

Já no blog "Desconstruindo" o autor faz um paralelo entre o minimalismo e o budismo. Não é minha intenção propagar e tampouco evangelizar sobre qualquer coisa, mas este blog existe para mostrar como tenho caminhado na minha proposta de vida. Para isso, achei interessante as dicas e explicações que o autor, o Alessando, mostra aqui

E aí, será que conseguimos esclarecer um pouco mais sobre este nossa jornada?