Eu não sinto falta!

O tempo faz a gente amadurecer mesmo. Não há como negar. Mas o que o tempo mais me deu foi a sobriedade para que minha rotina ficasse prática e cada uma das minhas decisões fosse tomada com muita assertividade. Aos poucos, acabei notando que fui tomando rumos mais seguros em nome do conforto, sem perder o cuidado, o carinho e o equilíbrio. E, analisando friamente, percebi que não sinto falta de algumas coisas que muitos não conseguem viver sem, principalmente em excesso. 


Maquiagem: na atualidade, blogs de maquiagens, tutoriais incríveis e a tal ˜moda” praticamente condenam as mulheres que optam pela cara limpa ou mesmo um “batonzinho” apenas. Eu sou adepta de um trio de praticidade: pó + rímel + batom. Nessa ordem mesmo: vapt-vupt. As vezes (quase sempre) me maquio no carro mesmo, sem a menor vergonha porque ganho uns três minutos do meu dia. Quando estou animada, troco a cor do batom... Mas deixo claro que, quando a ocasião pede, capricho um pouco mais... rs



Saltos: eu acho lindo mulheres de salto, acho poderoso e superfeminino, mas definitivamente isso não é para mim. Eu me sinto fantasiada de adulta quando preciso usar um salto, ainda mais no dia a dia! Mais uma vez, em ocasiões especiais uso feliz, mas no dia a dia não dá mesmo!



Bolsas: eu já fui a louca das bolsas. Quem acompanha o MNP há algum tempo sabe que a minha caminhada para esta filosofia se deu quando me deparei com a quantidade surreal de bolsas que eu tinha. Bem, as coisas mudaram mesmo! Hoje eu tenho algumas (bem menos MESMO do que eu tinha antes) e mal me lembro de trocá-las. Nada daquela necessidade insana de combinar uma bolsa com uma roupa específica. Muitas vezes fico meses com a mesma bolsa só de preguiça de trocar... Todas me atendem bem e isso é o mais importante.



Estampas: há algum tempo deixei de lado as estampas na maioria das minhas roupas. Não só facilitei a minha vida imensamente como passei a ter um pensamento mais direcionado quando o assunto é roupa. Da mesma forma que tudo acaba se encaixando entre si (as cores são neutras também), agiliza grandiosamente o processo de compra de novas peças. Prático assim? É estampado? Tá fora.


E vocês, o que, sem percebeu, abriu mão e hoje não faz questão de ter ou fazer? Vou adorar saber...

Comentários

  1. Olha, coisas que abri mão e faço questão hoje:
    - pintar as unhas: tenho as unhas pequenas e muito frágeis, era bem ruim esmaltar dali um dois dias descascar tudo, e mesmo bem feitas não ficavam tão bonitas, pois o formato não ajuda. Parei de esmaltar e de tirar as cutículas. Atualmente hidrato e corto cotoco. Acho lindo nos outros. Mas pra mim passa. Quando tenho alguma ocasião importante compro unhas postiças da impress e da festa tiro :)
    - Me preocupar com combinações e roupas da moda: atualmente compro roupas que ache de boa qualidade, bonitas, e BÁSICAS. De preferência materias que não amassem. Eu lavo a roupa, penduro no cabide pra secar e já era. Faz mais de ano que não passo roupa.
    - Meias: compro pacote de meia no sams club , 10 pares iguais , brancos. Uso até estragarem, depois substituo todos. Assim não preciso ficar "caçando" par. Lavo e coloco no fundo da caixa que guardo meias (pra não ficar usando sempre os mesmos pares , dessa forma eles gastam por igual).

    Bom que me lembre assim por cima é isso.

    Bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mude alguns hábitos para ser minimalista

Um desabafo sobre os excessos

A história do Minimalismo