Mude alguns hábitos para ser minimalista



Vamos falar um pouco sobre hábitos minimalistas? O resultado maior desta filosofia  é a organização. Como passamos a ter menos coisas a consequência é que sabemos o que temos e para que servem. Para que este ponto seja atingido alguns hábitos precisam ser trabalhados para que este caminho seja perene.

Analise a necessidade de ganhar/pegar brindes

Adoramos ganhar presentes, isso é notório, mas precisamos mesmo deles? Aquela garrafinha de plástico ou uma ecobag, ou qualquer que seja o brinde. Você precisa mesmo dele? Fique com o que precisa e divida o restante. Vale lembrar que esta avaliação é individual.

Ter estoque

Entendo que, em uma época em que os preços estão assustadores ter um estoque pode ajudar, mas você precisa estocar tudo? Avalie o que usa mais, faça uma lista e acrescente o preço médio que costuma pagar. Dessa forma não será pego "desprevenido". Estoque o que usa mais e limite a quantidade das coisas que irá guardar.

Modismos

A moda vai e volta, isso já sabemos. Peças clássicas valem o investimento e pensando assim fica fácil evitar as modinhas fast. Escolha e compreenda qual é o seu estilo e invista nele. Nada de ficar indo e vindo na moda.

Guarde tudo para você

Nada disso. Divida! Aprenda a colocar no seu círculo de amizades, roupas, acessórios, maquiagem, livros e o que mais puder. Dessa forma quando você precisar, sempre terá as portas abertas dos seus amigos. Dividir sempre multiplica!

Senso crítico

Fez um declutter e percebeu, seis meses depois que precisa fazer outro? Comece já! Não é porque fez uma vez que não precisará fazer mais.

Zero consumo

Quem te disse que minimalistas não compram estava completamente errado. A gente compra sim, mas nosso objetivo é um pouco diferente.

Monocromático

Não é porque somos minimalistas que preferimos cores únicas. Se para o seu conforto as suas coisas precisam ser coloridas, vá em frente!

Radicalismos

Estamos repletos de radicais ao nosso redor. Tem certeza que precisa ser mais um com uma filosofia de vida que te ajuda a ficar mais leve? Avalie.

Presentear

Eu adoro dar presente, mas ao contrário da maioria, prefiro não presentear apenas "pra bater cartão". Prefiro buscar algo que realmente tem a ver com a pessoa que desejo agradar. Da mesma forma que espero que as pessoas tenham pensado em mim quando me presenteiam. 

Não

Esta palavrinha é mágica e, assim como o "sim", abre portas. Aprenda a negar quando necessário, a impor o seu limite. Seja prudente!


E você, quais hábitos acabou adquirindo ou mudando com o minimalismo? Quais gostaria de mudar?

Comentários

  1. Graziella, vc descreveu muitos dos hábitos que eu mudei na minha jornada para simplificar minha vida. O caso dos brindes então.... quanta mudança!!! Percebi que não preciso aceitar tudo me oferecem só porque é gratuito.
    Quanto a presentear, eu e minha família agora fazemos doações para quem precisa ao invés de trocar presentes (exceto para as crianças, que ainda ganham). Isso foi libertador, principalmente na época de fim de ano.

    http://naestradacomcecilia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raquel, o brinde é crucial. Pra mim é o sinal de que as coisas estão caminhando para o bem. A gente adora ganhar alguma coisa né? Mas precisamos mesmo aprender a lidar com isso. Obrigada pela sua visita e volte sempre!

      Ah, adorei o seu blog!!

      Excluir
  2. Tô nesse caminho... aprendendo essas coisas. E olha, muito, muito, muito mais leve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Pri! Passo a passo, um por vez.
      Obrigada pela visita e comentário!

      Volte mais, tá?
      =)

      Excluir
  3. Arrasou Gra, estou bem devagar, mas aderindo! Um dia chego lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obaaaa mas assim que é bom, Rê. Aos poucos a gente aprende melhor!
      Obrigada pela visita e comentário.

      Saudades! =)

      Excluir
  4. Eckhart Tolle : O poder do agora.

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    me inspirando horrores no seu post!

    obrigada (=

    Xx.

    Isabella | http://isabellalessa.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Um desabafo sobre os excessos

A história do Minimalismo