Desapegue de coisas simples que guardamos em casa




O fim de ano está batendo em nossa porta, isso é fato. Temos um pouco mais de dois meses para colocar em prática algumas iniciativas de declutter. Para começar este caminho leve e agravável, fica mais fácil se fizermos com aquilo que é mais leve...

A dica de hoje é começar por aquilo que nem percebemos que temos em excesso. Vamos lá?

Maquiagem

Já parou para contar quantos pinceis, sombras, batons e demais itens tem em casa? Você usa tudo? Estão todos dentro da validade? Confira e dê o primeiro passo por aí!

Convites

A gente recebe muitos convites, casamento, batizados, etc. Precisamos mesmo guardar todos? Alguns nos trazem boas lembranças, mas não todos, tenho certeza. Separe!!

Material de Papelaria

Eu, particularmente, amo uma papelaria. Dar uma voltinha aqui e ali me faz mais feliz, mas o excesso de papeis, canetas, borrachas etc, não. Portanto, Você precisa ter sim algumas canetas, lápis, borracha e não uma filial da papelaria na sua casa. Avalie!

Coisas em Estoque

Precisamos manter algumas coisas importantes no estoque de casa. Papel higiênico, alguns ítens básicos de cozinha, alimento, limpeza. Mas precisamos ter jogos de panela, edredons, chinelos, casacos? Acho que não! Hora de avaliar!

Bijuterias

A gente compra usa, esquece, muda, esconde. Sim, isso acontece mesmo. Que tal reduzir sua coleção de brincos, colares, pulseiras e anéis em um número razoável?

Coisas repetidas

Uma, duas três vasilhas? Não usa todas, certo? Que tal doar? Faça isso com tudo que tiver repetido. O movimento é esse: usa tudo? Não. Então doe!

Conseguiu pegar a ideia? Que tal dar uma geral na sua casa e começar agora o processo de decluttering?

Comentários

  1. Duda , cai aqui atraves da blogosfera, pulando de blog em blog, cheguei ao seu, eu nunca havia ouvido falar sobre o minimalismo, não dessa forma como um estilo de vida, conheci aqui, e ai, pesquisei um pouco e fiquei surpresa com os benefícios de se tentar ter uma vida minimalista, e agora lendo este teu post, acho que sem querer ja vivia de alguma forma esta filosofia e estou, sem querer, aprimorando ainda mais este modo de vida, eu sempre tive o pensamento de ter somente o que é preciso, e vendo por outro angulo, acho que foi o fato de eu me mudar para uma apartamento a questão de avaliar o espaço disponível me deixou ainda mais assim, pé no chão, por conta do espaço, sempre fazemos uma limpeza, e não tenho o habito de acumular coisas, no seu primeiro exemplo, o da maquiagem, em 2012 eu fui para a Argentina e comprei um kit de maquiagem bem básico e pequeno pensando na quantidade em que uso, e em 2013 em Miami mesmo estando diante de coisas belíssimas de maquiagens e com valores irresistíveis,eu resiti! ainda assim me lembrei do meu kit que havia ficado em casa e não trouxe nenhum, porque eu ja possuía um, bem mas isto é só um exemplo eu preciso melhorar muito ainda, ha outras coisas que eu não consegui minimalizar como por exemplo perfumes,eu melhorei, não comprei nenhum em 2014, ganhei um este ano, mas ja me propus a não comprar um único se quer enquanto houver uma gora de cheiro dentro do meu armário, é uma luta diária, mas com pouco esforço aos poucos a gente vai ganhando as batalhas e um dia finalizaremos nossa guerra, não pelo fato de consumo, mais pelo consumo consciente ..adorei seu espaço e sempre que der vou estar aqui de visita aprendendo! bjucas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mude alguns hábitos para ser minimalista

Um desabafo sobre os excessos

A história do Minimalismo