#MinimalMission: balanço



Oi gente! 

Vim aqui contar um pouco sobre como está a minha missão de 30 dias sem lixo. Começo dizendo que, quando eu comecei essa brincadeira, não tinha ideia de como era difícil fazer essa coisa. Como produzimos lixo de coisas que nem imaginamos que são lixo! 

Tenho tido muita dificuldade. Eu comecei a minha missão no dia 20 de abril, e hoje, 7 de maio já são mais de quinze dias. Confesso que não pensei mesmo que fosse algo tão complicado. 
Algumas coisas que eu já fazia como carregar sacolinhas, copinhos e guardanapos ajudaram muito. 

Mas as demais têm me deixado com peso na consciência. Tanto que agora saio carregando lixo pela rua até encontrar os lixos que são recicláveis. Me dá peso de fazer coisas que antes achava que eram simples como comprar um chiclete de caixinha. 

Ainda que complicado, esse processo exige claramente que haja planejamento. Que as refeições do meu sia não sejam feitas aleatoriamente. 

Então, caro leitor, entre nesse barco, mas saiba se planejar. Com cuidado e seja atencioso nos detalhes.

Comentários

  1. "Tanto que agora saio carregando lixo pela rua até encontrar os lixos que são recicláveis."
    Eu faço isso e de vez em quando ainda carrego lixo dos outros porque fico com dó de jogar, por exemplo, copinho de iogurte no lixo comum.
    E sim, é SUPER difícil não produzir lixo, mas acho válido tentarmos ao menos diminuir. Evito trazer sacola de supermercado pra casa, reparo se o produto que compro tem muitas embalagens, se o conteúdo vai durar, se tem refil...

    É uma batalha constante.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mude alguns hábitos para ser minimalista

Um desabafo sobre os excessos

A história do Minimalismo