O que aprendi com 2014

Sim, é clichê, mas e daí? Vamos fazer um balanço a respeito dos benefícios e aprendizados de 2014? Eu consegui pensar em algumas coisas para minha vida... E para a sua?


1. paciência: aprendi que ela é sagrada e que nos traz muitas coisas em troca. 
2. respeito: resgatei o respeito por mim mesma, aprendi a pensar mais ainda no próximo e em mim também. Por quê não?
3. amizades: aprendi que amigos, amigos mesmo, a gente tem a qualquer hora, espaço e situação. Seja por skype, pessoalmente ou por pensamento. Se tem amigos assim, amarre bem apertadinho pois eles valem ouro!
4. família: com a minha ninguém mexe. E, embora eu queira ficar mais com ela, eu preciso me dedicar mais, e mais, e mais... Sempre mais. 
5. ser quem já fui: percebi que eu era, há alguns anos, quem eu gostaria de ser hoje. Muito complexo? Percebi que há anos eu era mais sábia, amável, amiga do que eu sou hoje. Por quê não resgatar?
6. amor: aprendi que o amor machuca, faz chorar, arrebata, mas também pode ser suave e sábio. E eterno...
7. sonhar: senti falta de sonhar. Colocar a cabeça no travesseiro e me imaginar em uma viagem, ou com a presença de pessoas queridas...
8. cores: aprendi que cores sóbrias me deixam mais feliz. Roxo, preto e cinza são, definitivamente, minhas cores.
9. menos é mais: isso eu já sabia, mas em 2014 constatei que, definitivamente não preciso de metade do que eu tenho.
10. ser mais direta: percebi que isso só me beneficia. Falar mais o que penso - sempre com cuidado e carinho, me beneficiou muito!
11. escrever: como eu sentia falta disso!!
12. correr: eu aprendi e ainda aprendo todos os dias. Eu adoro correr!
13. eu sou capaz de qualquer coisa: em 2013 quase morri por três vezes e, em 2014, percebi que se eu sobrevivi a isso, posso fazer qualquer coisa que eu quiser. O mundo é enorme!
14. conhecimento: aprendi que quanto mais eu estudo, mais me sinto ignorante. Como a gente sabe pouco sobre tudo!
15. receber: definitivamente receber amigos em casa é muito mais divertido do que sair.
16. privacidade: nada me deixa mais feliz do que dividir o que eu quero apenas com quem eu quero.

A lista é gigante, mas a base é essa. Aprendi muita coisa e espero continuar assim.
Você já fez seu balanço?
=)


Comentários

  1. Acho que todos nós aprendemos algo diferente a cada ano. Eu também aprendi (ou me convenci) de que menos realmente é mais, e que as pessoas sempre serão muito mais valiosas do que qualquer objeto ou status. Este ano tentei até aprender a nadar, mas continuo morrendo de medo! haha
    Não fiz um balanço tão rico e completo como o seu (que ficou ótimo), mas também tenho uma listinha mental do que aprendi e do que quero aprender em 2015.
    Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O importante é parar para avaliar! Não pode deixar "a vida levar" apenas. Obrigada pela visita e comentário! =)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mude alguns hábitos para ser minimalista

Um desabafo sobre os excessos

A história do Minimalismo