Lanche para o trabalho: que tal criar este hábito?

 http://www.magraemergente.com/wp-content/uploads/2010/03/Crie-lanches-saud%C3%A1veis-para-o-trabalho-e-n%C3%A3o-dependa-da-lanchonete-609x250.jpg
Sou cada vez mais a favor das pessoas comerem em casa, levarem comida de casa para o trabalho e coisas do tipo. Eu, particularmente, tenho alguns problemas pessoais (haha) comendo sempre na rua. E depois de ter o estômago reduzido, fiquei muito mais seletiva do que antes. Então, eu sou adepta da campanha "eat at home" e com isso, levo meus lanchinhos para o trabalho. Diariamente pela manhã, preparo meu sanduíche, minhas frutas e com a programação do meu dia, faço meu cardápio. Ainda não consigo levar o almoço, o que seria a perfeição...

Vamos as dicas para levar lanche para o trabalho?

1. programe-se: faça uma nota mental das refeições que você faz, tipo lanche de manhã e lanche a tarde. Então, que tal algo como uma fruta e um iogurte ou um sanduíche e uma fruta?

2. tenha um local apropriado para levar seu lanche: não precisa ser uma lancheira espacial-térmica-plus-express. Mas deixe sempre uma bolsinha ou sacola especialmente separada para este fim. Assim fica mais fácil para sua organização e você sempre manterá este espaço higienizado e de fácil acesso. 

3. utilize o alarme do celular para ajudar: perceba antes o horário em que a fominha costuma bater e programe seu despertador para que ele te avise um pouco antes. Assim você consegue finalizar a sua tarefa e fazer seu lanche com calma. 

4. se não comer no dia, doe: levou algo e não deu tempo ou fome? Doe. Eu sempre coloco na cozinha do meu trabalho com um post it escrito "doação". Sempre ajuda aquele colega que esqueceu o lanche em casa ou não teve tempo de sair para comprar. 

5. percebeu de um bolo ou fruta em casa não funcionou muito bem, que tal levar para o trabalho e dividir com o pessoal? Faça isso antes que fique ruim, é claro! Vamos sempre pensar no próximo!

E você, como costuma fazer com sua alimentação no trabalho?

Comentários

  1. Eu faço 6h e não tenho horário de almoço, mas sinto MUITA fome de manhã, então sempre levo lanches. Ultimamente, tenho dado preferência pra frutas, mas também gosto de trazer iogurte com cereais. Nos dias de muita ostentação (haha), trago biscoitos gostosos.


    Acho que é a primeira vez que comento, mas conheci o blog há pouco tempo. ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, Andrea. Fazer seis horas de trabalho te dá uma liberdade maior para programar sua alimentação, certo?
      Eu tb gosto de biscoitos gostosos nos dias de ostentação... Ainda gostaria de aprender a fazer cookies gostosos... Já pensou que delicia?

      Beijos e volte sempre!

      Excluir
  2. Ótima dica. Eu sempre levei comida pro trabalho. Quando trabalhava na minha cidade ia almoçar em casa e levava frutas para o lanche da manha e o café da tarde. Continuo fazendo isso agora que trabalho em outra cidade, mas tambem trago o almoço! Lido muito bem com isso e ate prefiro trazer de casa, visto que não como carne e é sempre complicado encontrar opções de lanche sem ela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna!
      Almoçar em casa é o mundo ideal pra mim... Imagina a perfeição?!
      Infelizmente não consigo levar almoço, mas sempre fico de olho em preparar coisinhas saudáveis. A ideia é consumir o mais caseiro possível, o que acha?

      Beijos e volte sempre.
      :)

      Excluir
  3. Eu levo almoço para os trabalhos todos os dias, religiosamente. Mas a coisa do lanche, é difícil para mim. Um dos problemas é que sempre esqueço. O outro, é que como já levo almoço, e outras coisas na bolsa, e ando de ônibus, fica muito peso para levar </3 Ainda estou pensando em uma solução para isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bianca, que tal comprar semanalmente seu lanchinho e guardar nas gavetas do trabalho? Isso pode ser uma solução, o que acha?
      Obrigada pela visita e volte sempre!
      :)

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mude alguns hábitos para ser minimalista

Um desabafo sobre os excessos

A história do Minimalismo