Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Desabafo de um dia diferente: sobre decepção

Imagem
Quando a gente de decepciona é sinal de que a expectativa foi mais alta que a realidade. Que o Sonho foi apenas sonho, nada a mais... Quando a gente se decepciona a dor é ardida, machuca mais que tropeção na rua, amassa o coração, deixa ele pequenininho...

Se decepcionar é deixar se levar por algo mais forte que você, ou fora do seu controle. Decepcionar-se é oferecer muito e esperar por muito. Talvez mais ainda.
Quem nunca passou por isso que atire a primeira pedra... Ou guarde-a, você pode precisar para quando se decepcionar.  Mas o que fazer com tudo isso?
Eu, particularmente, sou adepta de se viver o que está sentindo. Se estou triste, mergulho nesse mundo. Choro, esperneio, resmungo, falo pouco, converso com quem quer que seja ou que esteja envolvido no assunto, tento entender os bons e os maus aspectos e pronto. Deixo passar. Fico ali um, dois dias no máximo com aquilo e deixo ir. Assim como a decepção. O peito fica vazio, a sensação de que o mundo ao redor caiu e só você está ali…

Vamos resgatar boas lembranças?

Imagem
Proponho um jogo diferente. Há quanto tempo não para o que está fazendo simplesmente para recordar de coisas boas? Responda algumas das perguntas abaixo e prepare-se para uma viagem no tempo. Divirta-se!
1. você conhece a história do dia em que você nasceu? Se não, que tal perguntar para seus pais? Peça detalhes, como estava a temperatura no dia, qual era o dia da semana, qual roupa vestiam...
2. você teve um animal de estimação? Como se chamava? Como gostavam de brincar?
3. se lembra de seus pais ensinando a andar de bicicleta ou nadar?
4. qual o nome do seu melhor amigo na infância? Como costumavam passar o tempo juntos?
5. você tinha uma turma inseparável de amigos na época da escola? Como era a sensação de estar com eles?
6. você praticava algum esporte? Qual?
7. como foi seu primeiro beijo? Se lembra em detalhes de tudo?
8. qual foi o primeiro show musical que assistiu? Com quem você foi?
9. como foi o primeiro dia na faculdade? E o último? E sua formatura?
10. qual o filme mai…

Dicas: como otimizar compras de supermercado

Imagem
Que tal fazer compras no mercado de forma mais prática e minimalista? Abaixo algumas dicas que uso sempre e ajudam um bocado. 
1. faça uma lista básica: separe por categorias como alimentos, limpeza, congelados, bebidas. Isso ajuda muito!
2. confira o estoque em casa: avalie se precisa comprar tudo o que está na lista base. 
3. anote o que costuma consumir primeiro e avalie a necessidade de comprar mais ou menos.
4. anote as marcas que prefere
5. compre frutas, legumes e verduras no dia correto: procure saber no mercado que prefere o dia que chegam coisas frescas e se programe para ir neste dia.
6. deixe um espaço na geladeira para anotar o que vai lembrando durante a semana.
7. programe-se para ir ao mercado fora dos horários de pico: dessa forma você consegue prestar mais atenção no que precisa e ir com mais calma.
8. tenha sacolas próprias: deixe-as no carro ou em um lugar certo em casa e sempre use. Pra quê usar aquelas de plástico que só poluem e enchem nossa casa de poeira?
9.…

Deixe de ser minimalista: 9 coisas para exagerar

Imagem
Em uma conversa há alguns dias com um amigo, ele me deu uma ideia muito interessante para um post. Os minimalistas são cautelosos com relação aos excessos, certo? Certo. Mas e como somos com as coisas que precisam ser em excesso? Abaixo então, uma lista de coisas que precisamos fazer em excesso:
1. exagere no afeto com as pessoas: pense sempre em como gostaria de ser tratado por amigos, conhecidos e familiares. Use essa dosagem sem moderação!
2. abuse da gentileza: não pode ser mala sem alça, mas pense sempre na cortesia e como isso muda o mundo!
3. perca tempo: muito tempo ao lado de pessoas que te fazem bem. Use o máximo do seu tempo com elas. Será muito bem gasto!
4. use e abuse do conhecimento: leia, aprenda, conheça, entenda cada vez mais das coisas que te interessam. Não meça esforços para ser uma pessoa interessada em diversos assuntos. 
5. perca o controle das gargalhadas: já parou para pensar que gargalhar é contagiante? Quando estamos nessa onda, as pessoas do lado passam a…

Lanche para o trabalho: que tal criar este hábito?

Imagem
Sou cada vez mais a favor das pessoas comerem em casa, levarem comida de casa para o trabalho e coisas do tipo. Eu, particularmente, tenho alguns problemas pessoais (haha) comendo sempre na rua. E depois de ter o estômago reduzido, fiquei muito mais seletiva do que antes. Então, eu sou adepta da campanha "eat at home" e com isso, levo meus lanchinhos para o trabalho. Diariamente pela manhã, preparo meu sanduíche, minhas frutas e com a programação do meu dia, faço meu cardápio. Ainda não consigo levar o almoço, o que seria a perfeição...
Vamos as dicas para levar lanche para o trabalho?
1. programe-se: faça uma nota mental das refeições que você faz, tipo lanche de manhã e lanche a tarde. Então, que tal algo como uma fruta e um iogurte ou um sanduíche e uma fruta?
2. tenha um local apropriado para levar seu lanche: não precisa ser uma lancheira espacial-térmica-plus-express. Mas deixe sempre uma bolsinha ou sacola especialmente separada para este fim. Assim fica mais fácil …

10 mudanças no estilo de vida simples

Imagem
Já parou para pensar que pequenas atitudes fazem toda diferença na vida da gente? Minha proposta neste post é sugerir que você mude seu estilo de vida com 10 coisas básicas e simples. Na minha vida fez muita diferença, e na sua, será que fará?

1. acorde 20 minutos antes do normal
2. tome um copo d'água antes do café da manhã
3. use mais a escada ao elevador
4. vá deitar meia hora mais cedo
5. separe sua roupa e organize sua bolsa/mochila na noite anterior
6. cumprimente as pessoas na sua rua
7. use roupas coloridas em dias chuvosos
8. coma mais frutas
9. leve seu lanche de casa para o trabalho
10. divida o que tem com conhecidos.

O importante é praticar o desapego também com o comodismo diário. Vamos mudar?
Boa sorte!

Minimalismo Existencial - Grant Blakeman

Imagem
São menos de quatro minutos que fazem com que a gente reflita seriamente sobre o que temos feito com nossas vidas. Vamos assistir e refletir?

Destralhe: a missão

Imagem
Precisa destralhar sua casa e não sabe como? Eu tenho a solução! (eu sempre quis falar alguma coisa do tipo). Nem tenho a solução, mas tenho dicas que podem ajudar. Que tal começar?
Parte da filosofia minimalista envolve o desapego e uma das consequências é a organização e maior controle do que se tem, usando de forma mais responsável e definitiva os objetos. Mas até que isso aconteça o caminho pode ser árduo e é por isso que o assunto do post de hoje é o desapego. Vamos às dicas?
1. tenha um objetivo: qual o motivo de fazer isso? Com ele em mente, siga em frente. 2. separe o destralhamento em etapas: cozinha, banheiro, sala, quarto, escritório e faça um de cada vez. . 3. separe as coisas em 3 montes: o que fica, o que será doado e o que vai para o lixo. 4. tire tudo do lugar e avalie novas posições e, ao guardar, reavalie a necessidade de manter todas as coisas que ficaram. 5. limpe, desinfete e deixe tudo de forma organizada e prática: do que adianta organizar e se livrar dos excessos …

Sobre o valor das coisas...

Imagem
Você sabe me dizer o quanto custa uma calça? E um casaco? Você sabe me dizer qual o valor de uma Ferrari? E um carro popular?
Me diga então, caro leitor, qual o valor de uma calça e um casaco que te protegem e aquecem no inverno? Ou ainda do carro que te leva com conforto e segurança para os lugares que você precisa ir?  Os valores das coisas são muito diferentes quando vistos por outras perspectivas.  O curioso desse exercício é que o primeiro valor que pensamos está sempre relacionado ao financeiro e nunca ao benefício que o produto nos traz.
Eu gostaria que todos nós olhássemos para os produtos destacando o valor real da sua utilidade e não o quanto ele custa mercadologicamente. Não exclua a qualidade ou seu gosto pelas coisas. Mas olhe apenas para o valor utilitário. 
A pergunta que fica é, se o produto não custasse tão caro ou tivesse um valor na "sociedade" tão alto, você ainda sim o compraria? Gastaria o valor de uma entrada em um imóvel simples com bolsas, sapatos …

Metas (simples) pessoais: liste-as e cumpra!

Imagem
Há um certo tempo tem me incomodado o fato de eu querer muitas coisas e não conseguir nenhuma (ou poucas) delas. Ainda estou em busca do mundo minimalista e quero muito simplificar as coisas. Mas as vezes me questiono o quanto de empenho estou colocando neste projeto especificamente. As vezes pesa, em outros momentos é mais fácil sucumbir o consumo e me jogar na onda dos demais. Nesses casos, respiro fundo e tento compensar de alguma forma. Não sou perfeita! Mas possuo metas pessoais simples, aparentemente de serem cumpridas, mas quero que elas sejam colocadas em prática com uma certa urgência. A pergunta importante é: o que me impede?  Respondo de pronto: eu mesma. Abaixo uma forma que achei interessante de saber como andam meus objetivos simplórios.

1.parar de tirar cutícula: dizem os especialistas que retirá-las prejudicial às unhas, já que ela é uma barreira natural para as bactérias e os fungos. Fora o tempo que perdemos tentando fazê-las no salão ou em casa. O objetivo é deixar …