O dia que não tive mais vontade de comprar


Tenho precisado de roupas com uma frequência um pouco mais ágil que normalmente, devido ao peso que tenho perdido com certa rapidez. Algumas coisas tenho aproveitado levando na costureira ou mesmo colocando um cinto, um broche, dando alguma utilidade até conseguir reutilizar corretamente, mas nem tudo dá pra resolver assim. 

Com isso, tenho precisado buscar por algumas peças de roupas mais coringas para uso. Agora, aqui na minha cidade começou a fazer aquele friozinho básico, com ventinho e tenho sentido a necessidade de um casaco um pouco mais pesado, já que tenho só cardigans. Então estou eu em busca de um, assim como de camisas para o trabalho. Preciso de umas 2 (pretas de preferência).

Tenho ido em busca delas com certa frequência a lojas, mas confesso que não estou gostando muito das coisas que vejo. E quando vejo algo que me agrada, penso uma, duas, três, vinte vezes e não compro. O que está acontecendo?

Curioso é o fato de que não tenho vontade. Saio da loja, feliz da vida porque não comprei nada, mas até fico pensando na roupa depois, mas logo passa...

Essa semana me vi pegando uma bolsa (coisa mega desnecessária) e namorando sua beleza no espelho da loja. Bela bolsa... Ficaria linda com a roupa tal. Ficaria, pois não preciso dela.
Foi fácil! Fiquei orgulhosa de mim!


Comentários

  1. Eu também tenho estado assim. Continuo firme no meu projeto de um ano sem compras e não tenho sentido vontade alguma de comprar coisas. Em relação ao casaco, de uma procurada em brechós! Eu já achei vários incríveis por preços ótimos!

    beijos e parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda preciso quebrar o meu preconceito com brechós, Bruna. É algo que definitivamente preciso trabalhar. Obrigada pela visita e pela dica!

      Excluir
  2. Quero ser assim! :D Eu diminuí bastante minha compulsão por compras desde que conheci o minimalismo, mas ainda assim caio em armadilhas. Compro roupas que não me cabem/vestem bem, coisas caras que não eram exatamente o que eu queria... Mas acredito que é um processo e aos poucos a gente vai achando o ritmo certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrea, é claro que ainda caio nessas armadilhas do consumo. Mas só de passar por uma fase em que consigo perceber que eu posso ficar sem isso, me mostra um caminho novo!! Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
  3. Graziella, talvez camisas branca sejam melhores para combinar do que pretas.

    Apostar em roupas coringa é um ótimo jeito de "minimalizar". Vale a pena investir em uma camisa um pouco mais cara, que seja de melhor qualidade, pois o caimento fica melhor e a durabilidade também. Aí você não precisa comprar roupas tão cedo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Tatiana. Adorei a dica e de fato camisas brancas são coringas e peças fundamentais no guarda-roupas.

      Beijos e volte sempre!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Mude alguns hábitos para ser minimalista

Um desabafo sobre os excessos

A história do Minimalismo