Organize-se em cinco minutos


Falta tempo. Quantas vezes já não usamos essa desculpa para não arrumar a bagunça que tomou o closet, as gavetas do escritório, o quarto dos brinquedos das crianças?


Simplifique a vida!
"Na próxima vez em que se queixar porque não tem tempo para organizar-se, pare. Todos nós temos tempo. A maneira como o usamos é que depende de cada um", polemiza Donna Smallin, em seu livro Organize-se num Minuto(Editora Gente).
Ela garante que em 15 minutos, por exemplo, você pode arrumar a gaveta das meias ou limpar a bancada da cozinha. Em 10 minutos é possível dar um jeito na sapateira e, em 5, você consegue recolher cinco objetos que estão fora de lugar. Em seu livro, ela dá centenas de dicas de como organizar sua vida e, mais importante ainda, de como mantê-la organizada após a mudança. Veja algumas e mãos à obra!

Primeiro Passo

  • Seja realista com relação ao que você pode ou não fazer. Não é possível organizar a casa toda da noite para o dia. Mas é perfeitamente possível arrumar uma gaveta;


  • Faça um planejamento. Tarefas de organização aleatórias também são boas, mas se você realmente quiser agilizar o processo, planeje. Por onde vai começar? Quanto tempo por dia vai dedicar às tarefas?


  • Não acha tempo para se organizar? Encontre-o ligando a TV 15 minutos depois do horário de costume ou desligando-o 15 minutos mais cedo.

    Livre-se da bagunça
  • Para organizar uma prateleira, gaveta, bancada ou armário, retire todo o conteúdo. Devolva ao lugar apenas as coisas que você realmente usa ou aprecia;


  • Remova de seu espaço físico todas as coisas que não usa, mas das quais não consegue separar-se. Guarde-as numa caixa. Escreva nela o conteúdo e data. Se no prazo de seis meses ou um ano você não as usou, doe a caixa toda;


  • Verifique o prazo de validade e descarte frascos de perfume com mais de três anos; cosméticos com mais de um ano; protetores solares com mais de dois anos; tudo o que estiver com a data de validade vencida.
    O que fazer com a papelada


  • Dê o primeiro passo. Reúna todos os papéis espalhados pela casa ou pelo escritório. Selecione-os rapidamente por categorias. Ponha todos em caixas, com exceção dos mais importantes - que em geral se relacionam a projetos, finanças ou prazos. No passo seguinte, você pode decidir o que vai fazer com cada um deles. Nesse meio-tempo, você saberá onde está toda a papelada que ainda não organizou.
    Cada coisa em seu lugar


  • Recipientes de plástico transparentes com tampa são os melhores produtos para organizar objetos de todos os tipos. Calcule o número necessário e compre-os do mesmo tamanho para empilhá-los facilmente e obter um efeito mais "limpo";



  • Camas de pés altos fornecem um espaço excelente embaixo para guardar brinquedos, roupas de cama e casacos durante algum tempo;



  • Dobre o espaço do seu armário pendurando peças curtas como blusas num suporte extra de cabides.
    Estratégias diárias


  • Antes de guardar um objeto, pergunte-se: "É aqui que ele fica?" Se não for, gaste mais um minuto e leve-o ao devido lugar;



  • Anote lembretes, recados e números de telefones mais usados numa caderneta e elimine, assim, aqueles pequenos pedaços de papéis espalhados que se perdem facilmente. Se precisar deles, você saberá onde encontrá-lo;


  • Para inibir o impulso de comprar, deixe o cartão de crédito em casa. Quando pagamos as compras em dinheiro, a tendência é pensar duas vezes antes.
    Controle a bagunça



  • Faça uma coleta de 5 minutos todas as noites, antes de deitar-se. Divida essa tarefa com os outros membros da família - cada um deles tomará conta de um cômodo. Dê um saco plástico às crianças pequenas para que ajudem nessa ronda noturna;



  • Guarde imediatamente suas roupas após tirá-las ou leve-as à área de serviço para que sejam lavadas.
    Administração doméstica


  • Digite e arquive no computador listas padronizadas de instruções para a faxineira, a babá ou a empregada. Quando precisar delas, só terá de imprimi-las.


  • Fonte: Terra

    Comentários

    Postagens mais visitadas deste blog

    Mude alguns hábitos para ser minimalista

    Um desabafo sobre os excessos

    A história do Minimalismo